Páginas

terça-feira, 30 de outubro de 2012

A lindeza do Poesia no Bar

Que eu escrevo poesia que nem a minha cara quem me lê já sabe. Me saio melhor em narrativa, mas não perderia essa chance por nada. Tanto que insisti por essa edição do Poesia no Bar aqui na cidade do cinza, não me perdoaria se perdesse. E quase que. Passei o sábado brigando com uma febre sem graça, mas no domingo fui, toda trabalhada no antibiótico. Apesar dos micos (fui destaque pelas gafes naquela noite), a experiência foi incrível. Nunca tinha visto tanta gente que se ocupa com a escrita literária junta. Estive feliz demais. E serviu para me convencer de uma vez por todas que é da escrita mesmo que eu gosto, que era isso mesmo que eu queria para vida. Posso até curtir a educação e o jornalismo, mas o que me emociona de verdade... afe: letrinhas no papel, na tela do computador, coisa assim.

Conheci amigos do Facebook, como a Ju Blasina, o Jairo Lopes e o Daniel Moreira. Gentes lindas e talentosas. Encontrei parceiros de arte e que topam qualquer aventura cultural, como o Everton Cosme, o Paulo Olmedo, o Giliard Barbosa, o Rody Cáceres. De tempo para encontrar os queridos Wagner Passos e Mayara Floss, com o famoso primo do projeto Entre Primos, a Gabriela Lopes e a Vania Oliveira. E ainda pude ficar pertinho dos Brunos e da Heleninha, meus amores. Tudo no mesmo lugar. Foi lindo. E mais: o lançamento do livro do V, aquela obra fina, fina, que ando comentando seguidamente por onde passo: O Balcão das artes impuras fez sucesso. Outros Poesia no Bar virão, outras chances de dividir literatura, novos intercâmbios. Tomara que Pelotas venha mais vezes para cá, de caravana, como foi dessa vez com os poetas da cidade vizinha. Temos tanto que aprender com os coletivos de lá... Enfim. Valeu muito. Fotos roubadas daqui e dali dão uma ideia do quanto foi bacana. Parabéns para a Ju Blasina e família, que organizaram essa lindeza toda!







2 comentários:

  1. Muito bom quando tantos talentos estão agrupados no mesmo ambiente!
    Ressaca poética no dia seguinte! ;)

    ResponderExcluir
  2. Ressaca poética! :) Mas na segunda-feira nem deu tempo de curtir a tal da ressaca poética... Cair no trabalho acabou com a poesia do dia anterior. hehehehe.

    ResponderExcluir