Páginas

segunda-feira, 9 de julho de 2012

O lançamento, enfim

Depois de ter passado os últimos dias pra lá de nervosa, com dores de barriga de todos os tipos, chegou o sábado sete-do-sete. Eu sabia que daria tudo certo, que seria lindo, que a família e os amigos não me faltariam, mas né? Sessão de autógrafo megacoletiva eu já vi na Feira do Livro, no Cassino, mas lançamento? Eu nunca tinha ido num lançamento de livro. Fui no meu. E no do Rody, na companhia dos queridos Alisson Affonso e Everton Cosme. 


O combinado era que o Rody apresentaria a coisa toda e depois tocaria algumas músicas com a banda Satori. Eu ficaria ali perto batendo palmas e cumprimentado as pessoas. Mas aí, gente, já era 17h05 e meus pais nada de chegarem. As cadeiras do espaço destinado ao evento na livraria Vanguarda quase todas ocupadas e nenhuma por eles. Bom, horário é horário, o Rody começou a fazer a parte dele, perguntou se eu queria dizer alguma coisa, eu que nunca quero, naquela hora quis. Agradeci a presença das pessoas e comecei a explicar que queria meus pais ali, mas que como eles estavam demorando a gente ia seguir sem eles e blá. As amigas caiqueiras lá no fundo me fazendo sinal para a porta: eles estavam lá. Ufa. Segue o baile, então, depois do pocket show a gente conversa, se abraça e ri e comemora cazamiga, ok? 


Foi assim. Lotamos a livraria de amigos, ouvimos a banda e autografamos nossos livros bonitos e honestos até depois do expediente, tudo com chá de maçã, caramelos, branquinhos e brigadeiros de limão siciliano, providenciados pelo Coletivo Fita Amarela, que também cuidou do som. Ganhei presentes, gente. Felicitações, abraços apertados, desejos sinceros de sucesso para já e para mais adiante, amigos novos, ganhei um dia especial para nunca mais esquecer. Disseram que tinha uma fila longa para os autógrafos. Não consegui ver.


Não vou terminar jamais de agradecer a cada um que foi lá naquele baita frio que fez sábado, aos que compraram nossos livros, aos que mandaram mensagens dizendo que queriam ter ido, tiveram imprevistos e que estavam conosco em pensamento, aos que ajudaram a organizar os detalhes do evento e a divulgar aqui e ali. Em especial, agradeço aos guris do Fita Amarela (Bruninho, Brunão e Nanda); à Adriene Antunes pelo apoio, pela divulgação e pelas fotos; ao Thiago Iankoski pelas fotos; à Daia Roldão pela apresentação carinhosa que fez ao De solas e Asas; e ao Bruno Kairalla pela divulgação. Serei sempre grata, amigos!


Agora, vocês vejam só os cliques que o Bruno Pires e Bruno Mariano, até então arredio às câmeras fotográficas, fizeram lá:




Teve muito mais fotos, mas para o post não ficar uma tripa sem fim, as demais podem ser vistas lá no Facebook, pode ser? Clica aqui. E aqui também! Fotos da Adriene Antunes. Fotos do Thiago Iankoski.

2 comentários: